sábado, 9 de janeiro de 2016

O motor da Coragem


Coragem!
O que é ser corajoso?

Muito se pode falar sobre esta palavra que  também é tema de muitas conversas, dissertações e canções...

Mas o que realmente significa?

Se formos procurar no dicionário encontramos coisas como bravura, confiança, uma força espiritual para ultrapassar uma circunstância difícil, perseverança, capacidade de enfrentar algo moralmente árduo, hombridade, determinação...

Mas esta palavra limita-se a este estado de perseverança, ou é muito mais do que isso?

Para mim coragem não é fazer um salto de  bungee jumping se eu gostar de adrenalina, nem enfrentar o vilão se for boa praticante numas quantas marcialidades.

Para mim coragem vem do coração!

É enfrentar os nosso medos,
É por-se à prova os passos para cumprir objetivos,
É tomar as rédeas, dar o passo em frente,
É assumir que se esteve ou se fez,
É estar consciente e assumir consequências,
É ser louco mas também é ser são,
É fazer e enfrentar os nãos,
É partir a louça toda,
É atirar a toalha ao chão,
É escalar a montanha sem rede de suporte,
É mergulhar até ao fundo de si,
É o simples dizer não... mas também é o sim dos desafios!

Quando penso em coragem penso em ruptura mas também em continuidade. Para mim coragem faz-me transportar para a imagem do seguir em frente, no concretizar mesmo contra todas as vontades adversas, no escutar a minha própria música.

Quando penso em coragem, penso em pessoas, em assumir a diferença e continuar entre elas.

Quando penso em coragem, penso em energia, em persistir nos sonhos e na ação de os concretizar.

Ter coragem é ter poder. O poder de nós próprios. O poder do comando da nossa própria vida. Sem filtros e floreados.

Ter coragem é sermos nós em toda a nossa essência!

E se o meu conceito de coragem me faz sentido assim... realizo-o.
Persigam o vosso, e se assim estiverem bem, sejam a melhor versão do vosso eu corajoso!





Com amor,
Judite <3

Sem comentários:

Enviar um comentário