sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

O bebé do ano

Todos os anos ouvimos nas notícias do primeiro dia, à hora do primeiro almoço, a história do bebé do ano, aquele que nasceu primeiro, em Portugal.

Este ano, também eu tenho um!

Não é uma criança de carne e osso, mas um projeto muito pensado e maturado em 2015.

O ano que acabámos de viver, foi para mim um ano de muitas mudanças. Se no primeiro semestre aconteceram nos brainstormings constantes na minha cabeça, no segundo foram postas em ação. Ambas as experiências foram reveladoras e transformadoras para mim. Quem EU sou!

E este blogue é resultado deste EU. Mas para falar dele, tenho de falar um pouco de mim.

Tenho de falar da criança sonhadora, que nunca quis ser médica nem astronauta, apenas queria criar coisas novas e dar alguma coisa ao mundo, aos outros.

Tenho de falar da adolescente rebelde, cuja rebeldia o era até para os pares, por primar sempre pela sua diferença.

Tenho de falar da jovem sonhadora que não queria um trabalho num escritório, nem queria o mesmo trabalho toda a vida… chocando e colocando em pânico o seio familiar.

Da mesma jovem, que mantinha as ideias convictas de quando era criança… mas que não seguiu esse caminho quando jovem adulta…

Desta mulher que durante 8 anos, deixou de criar tantas coisas, passou a ter um trabalho a tempo inteiro num escritório, e embora não fosse sempre o mesmo… podemos quase dizer que sim. 

Apesar de outros acharem que eu tinha imensas coisas e que pelo que tinha devia estar... eu não me sentia feliz…

Iniciei o ano de 2015 determinada na mudança! E durante 365 dias trabalhei verdadeiramente nela. Fiz uma viagem dolorosa em alguns momentos. Tive muitos momentos de euforia e descoberta… das coisas que já cá estavam e de muitas novas. Conheci e reencontrei pessoas fantásticas.

E às zero horas e zero minutos do primeiro dia de 2016, não pedi, pela primeira vez, qualquer realização de um desejo! Não era preciso. Pensei apenas, enquanto sorri para mim própria: “já cheguei!”.

E cheguei onde? Ao agora, ao momento em que tudo vai acontecer.

E uma das coisas que estão a acontecer neste momento é este nascimento.

Após 7 meses de reflexão, nasce hoje e ainda com pouco enxoval, o juditeresende.com – Aqui ao lado!

Pode parecer paradoxal, pensar num projeto durante tanto tempo e ele não ter a casa pronta para o receber. Mas foi assim que o quis. Que nascesse este ano e crescesse a partir daqui tudo o que dele vai fazer parte: imagem, forma, conteúdo, …

Na verdade, este blogue vai (re)transformar a minha abordagem numa presença clara, sem pseudónimos, sem anonimato, sem filtros da reação de a quem ele chegar.

Após 12 anos do meu primeiro blogue e dos muitos que se seguiram, das mais variadas abordagens e ideias que fui defendendo, de anos sem partilha daquilo que eu sou e do que quero dar ao e para o mundo, chego ao momento em que um blogue tem o meu nome.
Este será um dos meus investimentos neste ano.


E se querem saber mais sobre todos os outros projetos, sonhos e concretizações… vão ter que ser uns leitores atentos!


Fiquem comigo…


Com amor,

Judite <3

6 comentários:

  1. Porque acreditar é o primeiro passo para se poder mudar algo. Acredito realmente em ti, na tua força, e que vais chegar aonde queres e tens que chegar. Desejo-te toda a sorte!!! :D* Su

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns! Se tem a tua cara? Definitivamente! Irei seguir! Boa sorte! Mida

    ResponderEliminar
  4. Força Ju! Sempre achei que tinhas enormes capacidades e q estavas "subaproveitada". Este novo projeto e mais uma prova disso. Não tenho dúvidas que vai ser um sucesso! Grande bjinho de parabéns e um excelente ano 2016!:-)

    ResponderEliminar
  5. Força Ju! Sempre achei que tinhas enormes capacidades e q estavas "subaproveitada". Este novo projeto e mais uma prova disso. Não tenho dúvidas que vai ser um sucesso! Grande bjinho de parabéns e um excelente ano 2016!:-)

    ResponderEliminar
  6. Excelente projecto Judite.

    Estou curioso para ver o que vem aí. Parabéns e vou começar a seguir.

    Abraço
    Gonçalo

    ResponderEliminar